Justiça

Seis anos e meio de prisão efectiva para condutor por atropelamento mortal

O Tribunal de Coimbra condenou esta quinta-feira um homem a seis anos e seis meses de prisão efectiva por ter atropelado mortalmente uma pessoa, em Coimbra, depois de ter fugido da polícia. Os factos remontam a 4 de Outubro de 2019.

O homem, serralheiro de profissão, estava acusado de um crime por negligência, um crime de condução perigosa e um crime de sequestro, tendo ficado ainda proibido de conduzir durante três anos e dois meses e obrigado a suportar as custas judiciais do processo.

Segundo o juiz, provaram-se “todos os factos” que estavam na acusação, excepto que o arguido “quisesse, de facto, matar” o peão naquele dia.

Na acusação é referido que foi detectada a presença de cocaína no sangue do homem, bem como uma taxa de alcoolemia de 1,64 gramas por litro de sangue.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito