Justiça

Suspeitos de homicídio em liberdade após ultrapassado prazo de prisão preventiva

O Ministério Público deixou ultrapassar o prazo de prisão preventiva, sem ter deduzido acusação, de um homem e uma mulher suspeitos da morte de um outro numa garagem em Alverca do Ribatejo, no concelho de Vila Franca de Xira, distrito de Lisboa, avança esta quinta-feira o jornal Público.

Segundo aquele jornal, o juiz de instrução do Tribunal de Loures ordenou a libertação dos dois suspeitos após o advogado de um dos arguidos ter apresentado um ‘habeas corpus’ para ser remetido ao Supremo Tribunal de Justiça, alertando para a ultrapassagem do prazo de preventiva e, assim, ordenar a libertação.

Recorde-se que os dois suspeitos foram detidos em flagrante, com facas nas mãos e ensanguentados, pelo envolvimento na morte de um homem com cerca de 40 anos. Os arguidos estavam em prisão preventiva desde Fevereiro.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito