Justiça

“Rei dos Aspiradores” procurado por crimes sexuais com menores

O Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa emitiu mandados de captura e detenção nacionais e internacionais contra Matthias Schmelz, o “Rei dos Aspiradores”, que vai ser julgado à revelia por 21 crimes de recurso à prostituição de menores e cinco crimes de aliciamento de menores para fins sexuais, vulgo orgias.

Segundo um comunicado da Procuradoria-Geral da República, que nunca identifica directamente o empresário alemão, os crimes terão ocorrido no final de 2018 e em 2019 num estabelecimento hoteleiro em Lisboa e na sua própria mansão em Cascais.

Há três anos, após as notícias dos eventuais crimes, o empresário de 61 anos foi interrogado pelas autoridades e negou tudo. Logo após os interrogatórios, Schmeltz fugiu de Portugal, apanhando, segundo a acusação, um Uber para Madrid, seguindo depois para a África do Sul e, a seguir, para o Dubai, onde vive, conforme se pode perceber pelo seu perfil no Facebook.

Segundo a acusação do DIAP de Lisboa, Matthias aproveitava-se do seu “elevado estatuto socio-económico para aliciar jovens com menos de 18 anos para manterem relações sexuais consigo”. Em troca, “pagava-lhes entre 200 e 400 euros”.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito