Justiça

Liberdade para raptor de menor viciada em jogos

O suspeito de ter raptado Luana Pereira, de 17 anos, ficou com termo de identidade e residência e proibido de contactar a menor, decretou esta quinta-feira o Tribunal de Leiria.

Recorde-se que o homem, um empregado fabril de 48 anos, foi detido na terça-feira por ser suspeito da “presumível autoria de um crime de rapto” da menor, em Évora.

A jovem, que desapareceu nos finais de Maio de 2022, em Leiria, já foi entregue à família.

A investigação da PJ permitiu localizar a menor na casa do suspeito, “onde, a coberto de uma suposta relação amorosa, este a manteve em completo isolamento social durante oito meses, aproveitando-se da sua persistente e recorrente dependência de jogo online, imaturidade e personalidade frágil”.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito