Justiça

Creche condenada a indemnizar pais de bebé que morreu engasgado com pedaço de banana

Instituição está localizada no Parque de Saúde de Lisboa, mas INEM só foi chamado 11 minutos depois

Uma creche de Lisboa foi condenada pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ) a pagar uma indemnização de 42.500 euros aos pais de um bebé que em Setembro de 2016 morreu engasgado com um pedaço de banana, avança esta segunda-feira o jornal Público.

Aquele jornal relata que depois de a educadora de infância ter distribuído um pedaço de banana por todos os elementos da classe, o menino, de 20 meses, e que fazia parte da turma do primeiro ano, pediu um segundo pedaço, que lhe viria a provocar o engasgamento.

Ainda segundo a mesma fonte, quando o acidente ocorreu só estava na sala uma auxiliar e o INEM só foi chamado 11 minutos depois. Segundo o Público, os serviços de emergência sugeriram às responsáveis da creche para procurar ajuda de um profissional de saúde, até porque a instituição está localizada no Parque de Saúde de Lisboa.

Quando o INEM chegou ao local ainda tentou desobstruir as vias respiratórias do bebé, mas sem sucesso. O menino morreu no hospital dois dias depois.

A creche foi agora condenada pelo STJ, depois de ter sido ilibada na primeira instância e no Tribunal da Relação de Lisboa. Os juízes acreditam que mesmo que o contacto com o INEM tivesse sido mais rápido o desfecho poderia não ter sido diferente, escreve ainda o Público.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito