Internacional

Mulher assassinada por empregada de padaria após denunciar pão com carraças nas redes sociais (com vídeo)

Na cidade brasileira de Betim, estado de Minas Gerais.

Uma história insólita e que terminou muito mal. Uma mulher matou outra à facada depois de um desentendimento que começou numa padaria e passou para as redes sociais.

O caso aconteceu na cidade brasileira de Betim, estado de Minas Gerais e, segundo a CNN Brasil, que publicou o vídeo, Patrícia Ferreira, empregada numa padaria, confessou às autoridades ter assassinado a cliente Ana Amaral depois de esta ter feito uma publicação no Facebook a reclamar da má qualidade do pão.

O homicídio aconteceu sábado, 22 de Julho, depois de Ana Amaral ter sido atacada por Patrícia quando se encontrava num bar. A vítima, que sofreu vários golpes nos braços, num dos punhos, num ombro e no tórax, ainda foi socorrida pela irmã, que levou Ana para a unidade hospitalar mais próxima, mas onde acabaria por morrer.

Abordada pela polícia, a agressora confessou o crime, que ocorreu 10 dias depois de Ana Amaral ter publicado no Facebook vídeos do pão com carraças e sujidade. Entre as imagens colocadas online estava ainda o vídeo da sua ida à padaria para reclamar da falta de qualidade do produto.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito