Sociedade

Crianças compradas na Europa por 1000 euros e obrigadas a pedir esmola em Portugal

O problema não é novo, mas parece estar a aumentar. Redes de tráfico de seres humanos compram crianças por 1000 euros e obrigam-nas a virem pedir esmola em Portugal, escreve o Jornal de Notícias na sua edição desta quarta-feira.

Este esquema de mendicidade forçada existe em várias grandes cidades portuguesas, com crianças, adolescentes grávidas ou pessoas vulneráveis a pedirem dinheiro nas ruas. Escreve aquele jornal que é exigido a estas crianças um mínimo diário de 30 ou 50 euros em esmolas e algumas chegam mesmo a obter até 250 euros por dia à porta de supermercados, estações de transportes públicos ou igrejas.

Segundo a PJ do Porto, citada pelo JN, são principalmente redes internacionais da Roménia e da Bulgária, mas também há portugueses envolvidos nestes esquemas, alguns dos quais com crianças compradas por 1000 ou 2000 euros e que são depois forçadas a casar ou a engravidar, acabando retidas nestas redes de tráfico de seres humanos em Portugal.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito