Distrito de Setúbal

Setúbal | Cáritas: “O Covid-19 bateu-nos mais forte que a inflação”

A Cáritas de Setúbal, pela voz do presidente da instituição, Domingos Ferreira, contou ao Diário do Distrito qual é o panorama que se vive nesta casa com o aumento agravado da inflação, que surge num cenário pós-pandemia e durante uma guerra no extremo oriente da Europa.

Apesar de a Cáritas “não ter quantificado”, de forma minuciosa, o impacto direto nas finanças da instituição, revela que esta imagem de guerra e de crise “exige o controlo de uma contabilidade muito regulada e muito bem afinada”, para que não se perca receitas e se consiga ajudar todas as pessoas que batem à porta da instituição”.

“De grosso modo, o que está a acontecer é que nós temos aqui uma espécie de termómetro ao nível do fundo social da Cáritas, que é um fundo criado com peditório público. O volume destas doações diminuíram devido ao Covid-19, que nos impossibilitou de continuar a fazê-lo durante dois anos… aí, os peditórios baixaram. Cerca de 65% do lucro fica na Cáritas de Setúbal, sendo que os restantes 35% vão para projetos nacionais e internacionais. Isso, constitui o nosso fundo social da Cáritas, onde depois candidatam-se as paróquias com casos em que se justifique a ajuda, como despesas de água, luz, gás e todos os problemas de saúde. Nós, durante a pandemia, tivemos um acréscimo de pedidos na ordem dos 70%; ou seja, diminuíram os peditórios e aumentaram os pedidos de auxílio”, explicou Domingos Ferreira.

Neste momento, a Cáritas consegue assegurar a ajuda e auxílio a todos os que precisem de apoio, sendo que, apesar desta crise, a instituição diz ter “reservas suficientes” para enfrentar o cenário, rematando, neste sentido, que a Covid-19 bateu de uma maneira “muito mais forte” nos cofres desta casa do que a inflação.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito