Mobilidade

Quem vive na Margem Sul demora mais em deslocações do que no resto do país

Não será uma grande novidade, mas pelo menos agora existem números actualizados: Barreiro, Moita, Seixal, Almada e Sesimbra são os municípios do país onde as pessoas mais demoram, em média, nas suas deslocações diárias, segundo dados revelados pela base de estatísticas certificadas sobre Portugal – Pordata – baseada nos Censos de Abril de 2021.

Assim, no topo da indesejável lista surge o Barreiro (32,4 minutos), seguido da Moita (29,3), Seixal (29,1), Almada (27,6) e, por fim, Sesimbra (27).

Em sentido inverso, é no Corvo (a menor das ilhas do Arquipélago dos Açores) onde as pessoas menos tempo perdem em deslocações diárias, com apenas 9,6 minutos, seguindo-se Porto Santo (Madeira) com 9,8 minutos.

De resto, quem vive em Setúbal demora em média 23,15 minutos, no Porto 20,33 minutos, em Coimbra 18,20, em Sintra 26,26 e em Lisboa 22,26.

De notar ainda que, na maioria das localidades, as deslocações passaram a demorar mais tempo quando comparadas com os dados dos Censos de 1991.

Os valores apresentados referem-se à população empregada e estudante que frequenta o sistema de ensino a partir do pré-escolar (inclusive). Excluem-se as pessoas que trabalham em casa, as que não têm local de trabalho ou de estudo fixo ou habitual e aquelas que residem no alojamento, mas não vivem nele a maior parte do ano por motivos de saúde, estudo ou trabalho.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito