Mundo
Em Destaque

Polícia espanhola desmantela rede de venda de animais

Foram resgatados pelas autoridades centenas de animais que viveram em condições deploráveis. Durante a busca, a polícia espanhola detetou ainda ossadas de animais e medicamentos utilizados para a prática de eutanásia.

Em comunicado, a Polícia Nacional espanhola informa ter desmantelado uma rede criminosa que se dedicava à importação, criação e venda ilegal de animais de estimação. Desta operação resultaram oito pessoas detidas nas províncias de Madrid e Girona, acusadas por suspeita de crimes de abuso continuado de animais, fraude, falsificação de documentos e filiação a organização criminosa.

As autoridades recolheram mais de uma centena de animais. Encontraram-se ossadas e medicamentos para eutanasiar cães e gatos.

Os investigadores descobriram que um grupo se dedicava à importação de cães da Europa de Leste, mas também encontraram animais na Eslováquia e na Hungria, além de criadores locais.

Relativamente aos animais que eram adquiridos fora da Espanha, estes viajavam por mais de 15 horas em transporte rodoviário. Os registos sofreram alterações. Os animais ficavam armazenados até serem vendidos, ou tinham doenças.

Um veterinário de confiança da rede submetia os animais a tratamentos e vacinas, preenchendo registos e outros documentos, o que permitia ter a impressão de que todo o processo era legal.

Os suspeitos ainda mantinham relações de confiança com alguns criadores espanhóis, solicitando que eles falsificassem a data de nascimento ou enviassem o registo do animal sem que este estivesse devidamente preenchido.

Os animais, independentemente de estarem saudáveis ou doentes, eram colocados à venda em websites. Depois, eram entregues aos tutores, chegando a fazer viagens de mais de oito horas em espaços reduzidos, sem comer e sem beber. Alguns animais morreram pouco depois que foram vendidos.

Durante as buscas, foram encontrados ainda documentos de animais de estimação, receitas, carimbos e remédios. Além disso, foram bloqueadas contas bancárias da organização criminosa.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito