JustiçaMoita

Moita | Homem de 63 anos detido por pornografia e abuso sexual de menores

O Ministério Público da Moita apresentou a primeiro interrogatório um arguido «fortemente indiciado pela prática de crimes de abusos sexual de crianças e de pornografia de menores», refere a acusação.

O arguido, um cidadão estrangeiro de 63 anos, encontra-se indiciado de ter exibido filmes de conteúdo pornográfico a um menor e de ter mantido relações sexuais com a vítima, em pelo menos três ocasiões na residência do arguido, na Moita.

Realizado o interrogatório, o juiz de Instrução Criminal decidiu aplicar ao arguido, para além das obrigações decorrentes do termo de identidade e residência, as medidas de coação de obrigação de permanência na habitação com vigilância eletrónica, de proibição de contactos com o menor e com a mãe e de obrigação de entrega do passaporte.

O inquérito, que se encontra em segredo de justiça, é dirigido pelo Ministério Público da Moita, com a coadjuvação da Polícia Judiciária.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito