Desporto

João Cruz é vice-campeão da Europa em patinagem artística

Atleta setubalense, de 14 anos e no escalão de cadetes, foi galardoado numa competição que decorreu em Ponte di Legno, Itália.

A sua idade ainda é tenra, no entanto, João Cruz já conta com uma lista de conquistas e prémios internacionais.

“Quando vou para uma competição vou sempre ganhar. Trabalho muito para isso”, afirmou o atleta vencedor. O patinador artístico português de Dança venceu a medalha prata com a pontuação de 140,90, no total de 2 programas: curto e longo.

Numa prova com 10 dos melhores patinadores da Europa, era o mais novo. Foi o primeiro ano como cadete — os restantes participantes pertenciam já ao segundo ano do escalão.

Em 2022, João Cruz já tinha competido em Itália, mais precisamente em Roccaraso, e sagrou-se Campeão Europeu de Patinagem Livre (individual) na Taça da Europa. Em 2023, antes de participar no Campeonato da Europa, participou na Taça do Mundo e conquistou o terceiro lugar, em junho, na Argentina. Posteriormente, passou pelo Campeonato Nacional e conseguiu ser campeão.

Participou ainda em centros de treinos da federação antes de seguir rumo ao campeonato europeu, tudo isto abdicando do período de férias a que tinha direito. “Todas estas conquistas são fruto de muito trabalho, dedicação, rigor, disciplina e muito amor pela patinagem. Sinto-me orgulhoso de mim, das minhas treinadoras e toda a minha equipa. Levo sempre Setúbal e Portugal no meu coração. É uma grande emoção”, confessou o jovem de 14 anos.

Tudo começou quando foi ver o treino da irmã (que já não pratica este desporto), aspirou experimentar e nunca mais parou, desde os 7 anos. Atualmente, além da patinagem, ambos fazem dança, na Academia de Dança Contemporânea de Setúbal e frequentam as aulas de Ensino Articulado, moderno e clássico, e ballet.

A dança ajuda João “na performance das coreografias da patinagem”. O seu percurso não tem sido fácil, além da sua dedicação, os apoios monetários têm sido complicados de obter. Para participar na Taça do Mundo teve, inclusive, de vender rifas para suportar os custos associados à participação, incluindo a viagem até à Argentina.

A mãe, Cláudia Almeida, tem sido incansável e faz várias campanhas e apelos para conseguirem angariar dinheiro que permita ao jovem voar cada vez mais longe. Daqui para a frente, o atleta premiado internacionalmente, da Artwheels Clube de Patinagem do Sul, cogita continuar sempre “a trabalhar muito” e, um dia mais tarde, “participar no campeonato do mundo”.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

5 Comentários

  1. Obrigada pelo apoio… Muito Obrigada ❣️