Mundo

Itália bloqueia provisoriamente ChatGPT e abre investigação

Foi divulgado esta sexta-feira pela agência italiana de proteção de dados, a abertura de uma investigação ao ChatGPT, uma aplicação de inteligência artificial da OpenAl, sobre uma suspeita de violação das regras de recolha de dados da aplicação.

A mesma agência acusou também a aplicação, financiada e apoiada pela Microsoft, de não ter verificado a idade dos utilizadores, sendo que de acordo com a agência de notícias britânica Reuters, o ChatGPT deve ser reservado a pessoas com idade igual ou superior a 13 anos.

A agência italiana de proteção de dados afirmou ainda, numa nota, que baniu provisoriamente a utilização dos dados pessoais dos utilizadores italianos e alegou “a ausência de qualquer base legal que justifique a recolha e armazenamento massivo de dados pessoais, a fim de ‘treinar’ os algoritmos subjacentes ao funcionamento da plataforma”.

Estima-se que a aplicação tenha atingido 100 milhões de utilizadores mensais ativos em janeiro, (apenas dois meses após o lançamento) o que faz dela a aplicação de consumo de crescimento mais rápido da história, de acordo com um estudo do UBS publicado no mês passado.

O ChatGPT é um protótipo de um chatbot com inteligência artificial e especializado em diálogo.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito