Opinião

INDIGNAÇÃO PELO IUC, MAS NÃO PELOS ATENTADOS AOS DIREITOS FUNDAMENTAIS

As opiniões expressas neste artigo são pessoais e vinculam apenas e somente o seu autor.

Começo por dizer que, como qualquer cidadão “com dois dedos de testa”, também sou contra o criminoso, irracional e aberrante aumento do IUC, para carros anteriores a 2007, todavia, surpreende-me que mais de 300 mil portugueses tenham subscrito uma petição contra este aumento do IUC e que se estejam a preparar megas-manifestações, mas quando foram Direitos Fundamentais a ser violados, poucos se indignaram ou combateram o despotismo do nosso Governo.

Não consigo compreender esta passividade do povo português para defender aquilo que é mais importante, nomeadamente, a Família, o Direito à Liberdade e à Segurança, mas revoltam-se como verdadeiros Viriatos quando têm de pagar mais 25 euros ano de IUC por ano, que, como já disse, sou terminantemente contra.

Por isso, este artigo é mais uma chamada de atenção para o povo português, em particular para todos aqueles que julgam que os problemas nunca lhes vão bater à porta e que só quando o assunto é dinheiro é que vale a pena ter voz.

Assim, mais uma vez apelo à luta contra a Agenda 2030, às alterações ao Regulamento Sanitário Internacional e ao Tratado Pandémico da OMS que continua na ordem do dia. Estas 3 frentes de batalhas poderão determinar o futuro da humanidade, mas são poucos aqueles que estão acordados e conseguem ver o óbvio.

Enquanto isso somos brindados com o circo do IUC, das guerras, da Miss Portugal com brinde e qualquer outro assunto que desvie as atenções daquilo que é mais importante.

Não estou com isto a dizer que todos esses assuntos não devam ser comentados, porque o devem ser, mas temos de perceber que “eles” comentam estes pontos da agenda até à exaustão para que outros assuntos mais importantes não entrem na ordem do dia.

Não vejo revoltas ou indignações pelas desgraças que diariamente acontecem no SNS, como observo contra o aumento do IUC, ou sequer pelo melhorar das condições de vida e os direitos sociais dos portugueses, quanto mais pelo incentivar da natalidade e proteger a família tradicional portuguesa.

Independentemente da injustiça que é este aumento do IUC, algo vai mal no nosso reino quando o aumento do IUC está a ser a maior batalha travada pelos portugueses contra o pior Governo desde 1974.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito