AtualidadeBombeirosDistrito do PortoPaísPolíticaSociedade

Incêndio: Marta Temido não aceita demissão da Administração do Hospital de São João

A ministra da Saúde decidiu não aceitar a demissão apresentada pela Administração do Hospital de São João, no Porto, depois do incêndio que ontem fez um morto e vários feridos.

Em comunicado, Marta Temido “reconhece o elevado sentido ético no exercício de funções públicas dos elementos do conselho de administração do Centro Hospitalar e Universitário de S. João, EPE, ao colocarem os seus mandatos à disposição do Ministério da Saúde perante o incêndio que ontem ocorreu no hospital e que fez uma vítima mortal e quatro feridos graves”.

A governante “lamenta profundamente a morte registada, o sofrimento dos familiares envolvidos” e agradece “aos profissionais de saúde e bombeiros” que combateram o fogo.

Quanto ao pedido de demissão pela Administração, a ministra da Saúde afirma que “mantém total confiança no trabalho desenvolvido pelo conselho de administração do Centro Hospitalar e Universitário de São João e na sua capacidade de congregar esforços para prestar os melhores cuidados de saúde às populações, pelo que não pode aceitar o pedido de demissão”.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito