Mundo

Empresa retira chocolates Kinder do mercado por casos de salmonela

Vários produtos de chocolate da marca Kinder fabricados na Bélgica foram retirados do mercado francês por suspeitas de que possam ter sido o motivo de 21 casos de salmonela identificados no país, oito dos quais exigiram internamento.

A Direção-Geral da Saúde de França explicou esta terça-feira em comunicado que as suas investigações revelaram que os 15 doentes que foram interrogados até agora relataram ter consumido nos dias anteriores à manifestação dos sintomas de intoxicação aqueles produtos da marca Ferrero.

Os casos de salmonela devido ao consumo de chocolates desta marca foram também reportados no Reino Unido e na Irlanda, o que obrigou à retirada de lotes do mercado.

Por sua vez a Food Standards Agency (FSA), agência alimentar do Reino Unido, recomendou que os consumidores evitem comer os produtos da linha Kinder Surpresa e destacou os esforços da Ferrero em retirar o produto do mercado, nomeadamente um lote específico de ovos que já foi retirado das prateleiras dos supermercados.

Pelo menos 57 pessoas ficaram infetadas, a maioria crianças entre os 3 e os 5 anos.

No caso da França, os produtos retirados foram o Kinder Surprise em formato de 20 gramas, o Kinder Schoko-Bons, com prazo de validade entre o final de abril e o final de agosto, o Kinder Happy Moment e o Kinder Mix com prazo de validade até final de agosto, em diferentes formatos.

Já na Inglaterra, os chocolates em causa são ovos de 20 gramas e três embalagens de ovos com datas de validade entre 11 de julho e 7 de outubro de 2022.

Os ovos de chocolate, que terão sido infetados, foram todos produzidos na mesma fábrica da Ferrero, na cidade belga de Arlon. e os outros produtos não terão sido afetados.

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) diz que está a acompanhar o caso dos chocolates Kinder retirados do mercado em França e que a informação recolhida indica que os lotes contaminados não vieram para Portugal.

Os sintomas de salmonela incluem diarreia, cólicas, náuseas, vómitos e febre. Idosos, crianças e imunodeprimidos fazem parte dos grupos de risco.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito