Mundo

China afirma não estar do lado da Rússia no conflito na guerra na Ucrânia

O embaixador da China na União Europeia, Fu Cong, defendeu, esta quarta-feira, que Pequim não está do lado da Rússia no conflito armado, consequência da invasão da Ucrânia.

Em entrevista ao The New York Times, Fu Cong afirmou que existe uma má interpretação deliberada à “chamada amizade ou relacionamento ‘sem limites'” entre a China e a Rússia.

“Sem limites, não passa de retórica”, acrescenta.

O embaixador chinês realçou que Pequim não enviou qualquer apoio militar à Rússia ou reconheceu qualquer esforço de anexação de territórios ucranianos, entre eles a Crimeia e o Donbass.”O facto de o presidente Xi (Jinping) não falar com Zelensky não significa que a China esteja do lado da Rússia na questão ucraniana”, afirma Fu.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito