Desporto

Benfica é líder em despesas nesta janela de transferências

O Benfica foi o clube que mais gastou em contratações de futebolistas para o início da presente temporada, mas será que isso o torna mais favorito? Analisemos com mais pormenor o que aconteceu na janela de transferências e as odds de êxito dos principais candidatos.

O Benfica foi o clube de futebol que mais investiu em contratações na última janela de transferências, segundo o portal de Informação desportiva Transfermarkt. Porém, uma nuvem de incerteza paira ainda sobre o futuro desportivo a curto prazo dos encarnados. 

Nem sempre os valores investidos se traduzem em resultados dentro do campo, pelo que tanto os adeptos benfiquistas como os fãs de apostas desportivas devem refrear os seus prognósticos. É fundamental conferir as odds de futebol das equipas portuguesas durante a nova temporada à medida que o campeonato avança, e adaptar os prognósticos de acordo. Vejamos com mais detalhe o que aconteceu na última janela de transferências.

Gonçalo Ramos, a transferência-sensação 

Gonçalo Ramos veio reforçar significativamente as odds de sucesso do Paris Saint-Germain para esta temporada, ao ser anunciada a sua deslocação de Lisboa para Paris no início de agosto. A cláusula de compra, segundo o Transfermarkt, é de 65 milhões de euros, com mais 15 milhões associados a objetivos. 

Porém, trata-se exatamente de uma cláusula de compra, a exercer só no final desta época: por agora, Ramos está em Paris a título de empréstimo. Isso significa que, embora as odds de o PSG vir mesmo a “encaixar” o avançado a título definitivo, por agora o valor de 65 milhões não entra nas contas. O Transfermarkt nem sequer conseguiu confirmar que uma primeira “tranche” de 20 milhões houvesse sido já paga.

Benfica: a maior despesa 

É por isso que o site desportivo dá os encarnados como o clube que mais investiu na última janela de transferências, calculando em 69 milhões de euros o total investido. Um valor acima dos rivais Sporting (54 milhões) e FC Porto (33,40 milhões).

A tabela mostra o fosso existente entre os “Três Grandes” e os demais, em termos de poderio financeiro, o que condiciona imenso as odds de sucesso na Primeira Liga e nas restantes competições. O SC Braga destaca-se enquanto “quarto grande”, tendo investido 17,80 milhões em contratações. Os restantes não ultrapassam os 3,5 milhões, com o Boavista a ocupar a 5.ª posição (o que também ajuda a explicar o seu forte início de época e as odds de sucesso elevadas que agora apresenta antes de cada jogo da Liga).

Sporting lidera no saldo

E quanto à diferença entre compras e vendas? O Sporting é claramente líder, superando o resultado positivo de 2022/2023, tendo lucrado 69,50 milhões de euros na última janela de transferências. Aos já referidos 54 milhões em contratações, o Transfermark contrapõe 123,50 milhões em vendas, com Manuel Ugarte (60 milhões, também para o PSG) e Pedro Porro (40 milhões, Tottenham) a explicarem o “grosso” deste valor.

Esta folga financeira deu seguramente mais margem de manobra ao treinador Rúben Amorim em termos de contratações e gestão do plantel, e seguramente aumentará as odds de bons resultados para os leões ao longo da época. Simultaneamente, traz mais responsabilidade ao treinador, sob a forma de expectativas mais elevadas.

O FC Porto também conseguiu um saldo positivo, de cerca de 34 milhões de euros.

Quais as transferências mais caras?

À já referida venda de Ugarte pelo Sporting ao PSG junta-se a venda de Otávio pelo FC Porto ao Al-Nassr, também por 60 milhões de euros. Estas duas transferências, em ambos os casos financiadas pelos petrodólares que têm caído sobre o futebol nos últimos anos, aumenta as odds de vitórias por parte de leões e dragões sobre o Benfica na presente época. No entanto, conta firmemente com o sucesso de Gonçalo Ramos para que a sua quota-parte de petrodólares seja depositada nas contas bancárias da Luz.

O também já citado Porro constituiu a 3.ª transferência mais cara. No 4.º lugar, veio a compra mais cara por um clube português esta época: Orkun Kökcü, comprado ao Feyenoord pelo Benfica por 25 milhões. Outra compra do Benfica, Arthur Cabral, foi a 5.ª transferência mais valiosa (comprado à Fiorentina por 20 milhões, “ex-aequo” com a compra de Viktor Gyökeres pelo Sporting). Mas o avançado brasileiro não está a corresponder às expectativas, e alguns comentadores, não vendo resultados nem que as odds de golo do Benfica aumentem pela sua presença, já se perguntam se não estaremos perante um “flop” de grandes dimensões.

Inversamente, o ponta de lança sueco Viktor Gyökeres já rendeu três golos e foi relevante na conquista de pontos, contribuindo para odds baixas — isto é, probabilidades de vitória altas — a quem apostar em vitórias do Sporting nos jogos em que participe.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito