Crime

Amadora | Prisão domiciliária para homem que abusava de sobrinha com autismo

A Polícia Judiciária (PJ) deteve na Amadora um homem de 37 anos de idade por fortes indícios da prática de três crimes de abuso sexual de crianças, na sua forma agravada.

A PJ indica que “os factos foram cometidos em finais de 2021, sobre a sua sobrinha, à data com 12 anos de idade”, sendo que “os crimes ocorreram na residência do abusador, tendo este aproveitado o facto de, por via das relações familiares, ficar muitas vezes sozinho com a criança, para assim a submeter a actos abusivos, aproveitando não só as relações de dependência, de confiança e de proximidade que tinha para com a menor, mas também devido aos problemas de autismo de que a mesma padece”.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal da Amadora, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de prisão domiciliária.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito