Seixal

Seixal | Professores, alunos e auxiliares marcham em defesa da escola pública

Dezenas de professores, auxiliares, alunos e encarregados de educação dos agrupamentos de escolas do concelho do Seixal, marcharam hoje pelas ruas em defesa da escola pública e pela dignificação da carreira dos professores

O percurso da marcha iniciou-se na Escola Básica António Augusto Louro com destino à Câmara Municipal do Seixal, onde os manifestantes foram recebidos pelo executivo.

Ao longo do percurso, outras escolas foram-se juntando ao protesto, num dia em que Ministério da Educação e sindicatos se reúnem para retomar o processo negocial sobre a revisão do regime de recrutamento e mobilidade de professores, mais de dois meses após a última reunião.

Pelo menos oito agrupamentos de escolas de vários níveis de ensino do concelho estiveram presentes na iniciativa, que contou também com a participação do presidente da autarquia, Paulo Silva (CDU).

«A Câmara Municipal do Seixal está solidária com a justa luta dos professores em defesa da escola pública e de um ensino de qualidade para todos os estudantes», disse Paulo Silva em declarações à Lusa.

O presidente aproveitou o momento para chamar a atenção para a necessidade de requalificação de todo o parque escolar, indicando que as escolas do concelho «têm todas mais de 30 anos» e precisam de obras.

Os professores estão em greve desde 9 de dezembro, e estão a decorrer actualmente três paralisações distintas convocadas por várias organizações sindicais.

A primeira foi uma iniciativa do Sindicato de Todos os Profissionais da Educação (STOP) que, em dezembro, convocou uma paralisação por tempo indeterminado, que os professores têm cumprido de forma parcial, a apenas um tempo de aulas, e para a qual já foram entregues pré-avisos até 31 de janeiro.

No início do 2.º período, o Sindicato Independente de Professores e Educadores (SIPE) iniciou uma outra greve parcial, tendo arrancado posteriormente uma greve total que se realiza por distritos durante 18 dias, convocada por uma plataforma de sindicatos que incluiu a Fenprof.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito