DesportoDestaque
Em Destaque

Rafael Reis abre mais uma vez a Volta a Portugal a vencer

Conhecido como «Papa Prólogos», o ciclista da Glassdrive/Q8/Anicolor, triunfou em Viseu, no Prólogo da 84.ª Volta a Portugal e é líder da prova.

Reis, nascido em Palmela, e com 31 anos, é um especialista na arte do contrarrelógio e um repetente a vencer as aberturas da Volta, juntando a vitória desta quarta-feira aos triunfos alcançados em 2016, 2018, 2021 e 2022. Ninguém na história da prova tem tantos êxitos a abrir a competição. O Prólogo de Viseu com início e fim na Avenida da Europa teve apenas 3,6 km discutidos em redor da cidade.

À partida, Rafael Reis já era considerado favorito, mas foi a afirmar que sendo o percurso tão curto e pouco técnico, poderiam surgir outros nomes para, com ele, discutir o triunfo. O corredor natural de Palmela pedalou à média de 54 km/h ganhando com 2 segundos de vantagem sobre o espanhol Txomin Juaristi (Euskaltel/Euskadi).

No ponto intermédio, ao quilómetro 2, Rafael Reis já levava 1 segundo de vantagem. No palmarés da Volta a Portugal e além dos prólogos, Reis já soma oito vitórias.

Viseu, a cidade de Viriato, no “Coração do País” recebeu com calor o início da 84.ª Volta a Portugal Continente e vai acolher a final da Prova Rainha do ciclismo nacional no próximo ano, no âmbito da Cidade Europeia do Desporto 2024.

Depois do Prólogo e de encontrada a 1.ª liderança com diferenças muito pequenas entre os principais candidatos, à vitória nesta Volta aguarda-se com expectativa a etapa em linha desta quinta-feira.

Vão começar outras animações na estrada. A primeira etapa da 84.ª Volta a Portugal em Bicicleta Continente vai-se correr entre Anadia e Ourém. A partida simbólica será dada às 12h30 junto ao Velódromo Nacional, em Sangalhos, concelho de Anadia, em plena região da Bairrada.

Terá 188,5 quilómetros no total. A prova servirá essencialmente para o pelotão desanuviar o ‘stress’ e a ansiedade que habitualmente tomam conta dos corredores no primeiro dia de corrida e esta etapa representa verdadeiramente o início da competição, uma vez que o contrarrelógio de abertura foi curto para aliviar toda a pressão acumulada.

O perfil e características desta 1.ª etapa em linha e sem prever demasiado o decurso da prova rainha do ciclismo português, é possível uma provável chegada discutida ao sprint já na região do Médio Tejo. Pontos-chave para acompanhar ao longo do dia serão as Metas Volantes de Vila Nova de Poiares (49,1 km), Ferreira do Zêzere (124,5 km) e Tomar (147,5 km).

As maiores dificuldades no terreno estão assinaladas com o Prémio de Montanha na Serra do Buçaco (3.ª cat.) ao quilómetro 23,6 e em Alburiel (4.ª cat.) quando já estiverem completados quase 160 quilómetros e faltarem apenas 29 para a meta final de Ourém (Praça D. Maria I) onde o vencedor deverá ser conhecido por volta das 17h30.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito