Opinião

PORTUGAL, UMA CASA SEM PÃO

Uma opinião da inteira responsabilidade do seu interveniente

Já diz o ditado português: “casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão”, vejamos se é o que se passa no nosso país.

As sucessivas guerras nas comissões de inquérito entre o Governo PS e a, fraquíssima, oposição que temos, apenas acontecem porque os portugueses não têm salários dignos e os preços dos bens são demasiado elevados, porque tudo aquilo que tem sido discutido na Assembleia da República é irrelevante para quem tem de passar o dia a trabalhar a tentar meter pão na mesa.

Na verdade, os portugueses já perceberam que estas comissões de inquérito não servem para nada, pois, desde vermos ex-adjuntos a afirmar terem ficado retidos contra a sua vontade num ministério, ou ministros a mentir e o Primeiro-ministro a defender o indefensável, sem que o Presidente da República faça algo para meter ordem no “galinheiro” ou alguém seja colocado atrás das grades.

Nos últimos meses os deputados à Assembleia da República têm discutido tudo, menos aquilo que é realmente importante para os portugueses.

O que tem interessado aos deputados é aprovar casas de banho para jovens que precisam é de apoio psicológico ou psiquiátrico, em vez de estarem a promover o combate contra a biologia humana.

Sabemos que por detrás disto tudo existe os globalistas apoiantes da Agenda 2030, que a maioria dos deputados portugueses segue tipo cordeirinhos.

Para os mais distraídos, relembro que o trabalho legislativo tem aprovado leis totalmente absurdas, mas em consonância com esta Agenda. A lei do Tabaco que querem impor que, pelo que se sabe, parece que também querem será proibido fumar nas praias faz parecer a República popular da China um paraíso.

Depois aliciam-nos com a ideia das cidades de 15 minutos, para que o “gado”, que é o que eles acham que somos, esteja bem controlado para os ditadores imporem as suas agendas.

Por último, mudam a Constituição, para que assuntos como o SIS, raptos no ministério e a Liberdade dos cidadãos nem sequer passem por comissões de inquérito.

Até poderia perceber que estes políticos da treta conseguissem fazer isto tudo com os portugueses a viver bem e felizes, mas da forma como estamos, como é que é possível tudo o que tem acontecido sem ainda ter havido uma revolução?

É caso para dizer, em Portugal não há pão, nem discussão!

Bruno Fialho | Presidente do ADN


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito