Distrito de Lisboa
Em Destaque

Pais apresentam queixa de professora da EB de Camarate

A professora está acusada de agredir e fazer ‘bullying’ com os alunos.

A Escola Básica de Camarate, Loures, é o epicentro da revolta dos pais contra uma das professoras de português que agredi e goza com alunos do 7.º ano daquela escola.

Há relatos que a professora ameaça os alunos, como o caso relatado ao Correio da Manhã desta segunda-feira por uma mãe que avança que “a minha filha na terça-feira estava maldisposta, e a professora não a deixou ir à casa de banho e ainda disse que se ela vomitasse ia limpar o vómito com a boca”, este é um dos relatos de mal-estar que existe entre alunos e professora que por vezes chama-lhes burros por não saber uma matéria.

Existem ainda relatos que a professora é agressiva, havendo vezes de bater com a porta na cara dos alunos e de agredi-los até lhes deixar marcas no corpo. 

Outra mãe relata ao mesmo jornal que a filha estaria a mexer o pé porque estava dormente e a docente terá pisado o pé e “ameaçado que lhe pisava a língua”.

O agrupamento de escolas diz já ter tomado medidas e foi chamada a PSP, que ouviu os depoimentos dos alunos e ainda terá que ouvir mais, depois de algumas mães terem apresentado queixa nas autoridades contra a professora.

Factos não são novos

Há relatos de ex-alunos nas redes sociais que afirmam que a professora, que já leciona naquela escola há três anos, sempre foi assim com ameaças e agressões.

Há comentários que até chegou a gozar com uma aluna com deficiência dizendo para a mesma “Bate Palmas… ah, não tens mãos”, outros relatos vão sendo conhecidos sobre a docente. Os alunos estão a tomar medo de frequentar a escola, dizem as mães, a direção diz ser tudo uma invenção por parte dos pais que a docente é boa professora e que irá continuar a dar aulas naquela escola.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

comentário

  1. E quando há agressões a professores, está tudo bem?