Distrito de Lisboa

Moita Flores apresenta o seu novo livro em Oeiras

“O Livro é uma peça de ato único, um psicodrama do julgamento do Marquês de Pombal entre o céu e o inferno”.

Na tarde desta quinta-feira, às 18h:00, Francisco Moita Flores apresentou a sua mais recente obra literária, intitulada de “Marquês de Pombal No Dia do Juízo Final”.

A apresentação do livro foi realizada no emblemático Palácio Marquês de Pombal em Oeiras. A cerimónia de apresentação foi aberta ao público e contou com auditório cheio, no final da apresentação a plateia pôde levar um exemplar da edição municipal do livro autografado pelo autor.

Moita Flores entrou no auditório acompanhado do presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, e revelou que foi o mesmo que lhe pediu para escrever o livro, porque gosta muito da escrita de Moita, “Moita Flores é um homem criativo que conhece bem a natureza humana”, afirmou Isaltino Morais.

Revelou ainda que a ideia do livro surgiu numa conversa durante um almoço entres os dois, cujo tema era o marquês de pombal. “Começamos a falar que o marquês de pombal era uma pessoa polémica, outros dizem bem, outros dizem mal…. Mas o Marquês de Pombal tem de ser visto à luz da época em que viveu”.

O género do livro é basicamente “uma peça de ato único, um psicodrama do julgamento do Marquês de Pombal entre o céu e o inferno”, Sebastião José de Carvalho e Melo, também conhecido como Marquês de pombal, era uma pessoa controversa e esta peça mostra tudo o que há de negativo sobre o Marquês de Pombal e como vai ser o seu julgamento no dia do juízo final.    

Moita Flores constatou que escreveu a peça a pensar nos jovens, para lhes dar a conhecer melhor o passado de Portugal e quem foi realmente o Marquês de Pombal” Quero que os jovens não se esqueçam de quem foi Marquês de Pombal”, para tal usou uma linguagem mais juvenil em alguns personagens como é o exemplo do “Santo Anjo”. A peça também pretende incentivar um público mais jovem a aproximar-se do Marquês de Pombal.

O livro “Marquês de Pombal No Dia do Juízo Final” de Moita flores foi pensado para ser uma peça de teatro representada no palácio marquês de pombal, mas ainda não é sabido quem serão os atores para a representar, foi revelado também na apresentação que a previsão da data de estreia da peça será no próximo ano (2024) ou em 2025.       

Isaltino Morais afirmou que a peça será uma homenagem ao Marquês de Pombal “faz todo o sentido que o município de Oeiras faça uma homenagem ao Marquês de Pombal, porque sem ele Oeiras não existiria”.     

No final da apresentação, Moita Flores estendeu o véu sobre um dos seus projetos literários futuros, e revelou que se encontra a escrever um romance sobre a atualidade que pensa lançar já no próximo ano. 


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito