País

Ministro dos Negócios Estrangeiros suspeito de ter andado sete anos sem carta de condução

O ministro dos Negócios Estrangeiros João Gomes Cravinho estará a ser investigado por abuso de poder e tráfico de influências, na sequência de uma queixa anónima apresentada junto do Ministério Público, avança a TVI.

Entre as várias suspeitas de que é alvo, Cravinho terá ainda andado com a carta de condução caducada durante sete anos (entre os 50 e os 57 anos de idade) e sobre si recaem suspeitas de ter beneficiado de tratamento de favor do antigo presidente do Instituto de Mobilidade e dos Transportes (IMT) para reaver o título sem cumprir as formalidades legalmente exigidas, noticia ainda a estação de Queluz.

No inquérito é também visado Eduardo Feio, o então presidente do IMT, que, segundo a denúncia, terá alugado um carro ao Automóvel Clube de Portugal (ACP), em 2021, alegadamente para o então ministro da Defesa (actual ministro dos Negócios Estrangeiros) fazer o exame de condução exigido para a revalidação da carta de condução.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito