Almada
Em Destaque

Ministério Público quer condenação ao piloto que vitimou duas pessoas na Costa da Caparica

O caso remota a agosto de 2017 que matou duas pessoas na praia durante uma aterragem de emergência de uma aeronave. O Ministério Público pediu a condenação do piloto.

Sete anos decorridos depois do incidente que vitimou duas pessoas numa aterragem de emergência numa praia na Costa da Caparica, Almada. O julgamento decorre no Tribunal de Almada e ontem o Ministério Público pediu a condenação do piloto.

Segundo a procuradora, o piloto, Carlos Conde de Almeida, ter-se-á conformado com a “morte de outros” ao optar por aterrar no areal da praia, acabando por atingir duas pessoas que morreriam no local.

A defesa do piloto nas alegações pediu a absolvição do arguido.

MAIS NOTÍCIAS: Familías das vítimas da queda de avião na Caparica lamentam ‘lentidão’ da Justiça


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito