DestaqueDistrito de Setúbal

Mãe de Jéssica já meteu recurso para sair da prisão

Inês Sanches 'agarra-se' ao testemunho do médico-legista.

Inês Sanches, a mãe de Jéssica Biscaia – a criança de três anos que morreu em Junho do ano passado em Setúbal depois de ser vítima de dezenas de agressões -, já recorreu da sentença que a condenou, juntamente com outros três arguidos no processo, a 25 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado.

No recurso revelado esta quinta-feira pelo Correio da Manhã, a defesa de Inês Sanches alega que não foram apresentadas provas no processo para sustentar a condenação de que foi alvo e um dos dos principais argumentos baseia-se num dos testemunhos feitos em tribunal – o do responsável do Gabinete Médico-Legal de Setúbal, João Luís Ferreira dos Santos.

A defesa argumenta que, e segundo o médico-legista que examinou o corpo da criança de três anos, quando Jéssica foi devolvida à progenitora, depois de passar cinco dias em que foi alvo de violentas agressões físicas, já não haveria qualquer hipótese de ser salva.

Recorde-se que o juiz Pedro Godinho defendeu no Tribunal de Setúbal que “Inês Sanches sabia que era mãe de Jéssica e que tinha uma responsabilidade acrescida, que deliberadamente desprezou”, acrescentando ainda que Inês “só gostava da filha para a ter”, como se fosse um objecto.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

2 Comentários

  1. É muita falta de vergonha na cara! Depois da forma como a menina morreu, por causa dela.

  2. Devia ficar la dentro ate morrer,mas as leis na Europa sao uma vergonha, em Portugal entao…