Distrito de Aveiro

GNR encerra creche ilegal onde crianças eram mal-tratadas

A Guarda Nacional Republicana (GNR) de São João da Madeira, distrito de Aveiro, constituiu arguidos um homem de 74 anos e uma mulher de 68 por exercerem a actividade ilegal de creche residencial e por maus-tratos a menores em Santa Maria da Feira.

Em comunicado divulgado esta terça-feira, a GNR indica que no âmbito de uma investigação por maus-tratos a menores “foi apurado que os suspeitos detinham uma creche ilegal, frequentada por 13 crianças com idades compreendidas entre os 5 meses e os 6 anos, consideradas em risco”.

No decorrer das diligências policiais, foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária que culminou na apreensão de diversos géneros alimentícios fora de validade, um medicamento não sujeito a receita médica fora de validade, um saco com diversas pastilhas de veneno para roedores, uma ratoeira e diversos documentos fiscais.

As crianças “foram retiradas da habitação e entregues aos seus progenitores, sendo sinalizadas junto da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Santa Maria da Feira”.

A acção contou com o reforço dos Núcleo de Apoio Técnico (NAT) de São João da Madeira e do Núcleo de Apoio Operativo (NAO) de Aveiro.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito