Barreiro

Falta de infraestruturas para deficientes no centro da Reunião de Câmara do Barreiro

Numa agitada reunião camarária, muitos foram os pedidos de resolução foram feitos ao Presidente da Câmara do Barreiro. Mais de 10 pessoas do público compareceram para exigir respostas à autarquia.

“Moro na Cidade Sol e venho recorrentemente há 2 anos para pedir para colocar um pavimento à frente dos prédios para facilitar a locomoção. A minha mãe não se consegue deslocar com facilidade e não é a única pessoa com esse constrangimento”. Foi desta forma que Carla Teixeira expressou a sua preocupação com a menor preocupação da autarquia com a falta de mobilidade dos cidadãos.

A munícipe apelou ainda a uma maior consciencialização nas Reuniões de Câmara para aquele problema. “Naquela rua existem uma série de pessoas com mobilidade reduzida e não vejo aqui ninguém a falar deste tipo de problemas. Choca-me que em muitos locais não haja estacionamento para deficientes, mas há para elétricos. Também há poucas rampas de acesso para pessoas de mobilidade reduzida e, muitas delas são empedradas, o que não ajuda. Queria pedir a reabilitação dos passeios e os mesmos tenham um rebordo que facilite a locomoção”, foi esta a requisição que fez a Frederico Rosa.

Ao apelo da munícipe, o Presidente da Câmara do Barreiro respondeu diretamente.

 “A intervenção na sua rua é uma possível obra legítima e compreendo o seu pedido. Quanto ao parque de estacionamento para elétricos, o erário público está a gastar 0 euros para este tipo de obras, por isso, a preocupação sobre este tipo de lugares é infundada”, afirmou o líder da autarquia, requisitando a Carla Teixeira que disponibilizasse o nome da sua rua para aferir se já sê avaliada para a efetivação das obras tendo em vista o melhoramento da mobilização de pessoas com mobilidade reduzida.

Outra das preocupações foi levantada pelo vereador da CDU, Miguel Amaral, a interrogação se o governo transferirá a totalidade da verba pretendida pela CM Barreiro, no que diz respeito a professores e alunos em falta, bem como outras questões do foro da educação.

“Existe um concurso a decorrer para auxiliares até final de outubro. Claro que gostaríamos de ter mais dinheiro para poder acudir a mais problemas. No que diz respeito ao investimento, poderá existir mais verba quando as candidaturas forem abertas para poderem ser colocadas em sede de PRR, ou seja, de Fundos Comunitários. Esperamos que aconteça com a Escola de Santo António e com outras prioritárias, também”, respondeu o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito