AtualidadeInternacional

Cruz Vermelha Internacional vai despedir 1800 funcionários por falta de fundos

O Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) vai fazer 1.800 despedimentos e encerrar 26 das suas 350 delegações em todo o mundo.

Esta anunciada redução de efectivos é superior ao que a organização tinha anunciado no início de Abril, com mais 300 pessoas despedidas. O objectivo da CICV é reduzir o seu orçamento de 2023 para cerca de 2,5 mil milhões de euros, dos 2,8 mil milhões iniciais.

A inflação e as dificuldades em cobrir as suas necessidades económicas, em contexto de aumento contínuo das necessidades de assistência humanitária, levaram a CICV a iniciar 2023 com um défice de cerca de 145 milhões de euros.

Entre as representações que vão fechar estão as da Mauritânia, Kuala Lumpur e Grécia, enquanto as de Dakar, Nairobi, Amã, Banguecoque, Panamá e outras vão ter o tamanho reduzido.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito