NegóciosPaís

Construção de resort de luxo em Tróia encontra-se suspensa

Sandra Ortega, filha do fundador da Inditex (conglomerado de empresas têxteis tais como Zara, Bershka) está a construir um resort de luxo em Tróia no qual está a ser fortemente contestado.

As contestações vêm no âmbito de preservação ambiental, por parte de várias de 10 organizações da Plataforma Dunas Livres (como a Quercus, Zero, Ocean Alive, SPEA e Associação Íris) alegam que a construção do resort terá“impactos muito significativos sobre os sistemas ecológicos, além de riscos costeiros, pressão sobre recursos hídricos, solos, ar, paisagem”.

A construção do empreendimento põe em causa “200 hectares de habitats raros e sensíveis, muito ricos em biodiversidade, com várias espécies de flora protegidas, com endemismos locais constantes”, segundo a providência cautelar.

Segundo o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), já existem indícios de destruição de valores naturais protegidos, sendo este desrespeito pela Declaração de Impacto Ambiental o motivo de abertura do processo contra as empresas promotoras.

Segundo o jornal “Público”, a juíza Ana Casa Branca admitiu o processo de contra-ordenação no dia 23 de fevereiro e exigiu às entidades requeridas (o Município de Grândola e as contra-interessadas) para se defenderem da decisão no prazo de 10 dias.

Até ao fim do prazo a licença de urbanização está suspensa temporariamente. 


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito