BrasilCulturaEducaçãoFestas PopularesPaísSesimbra

Conheça os temas que algumas das escolas de Sesimbra vão levar a avenida

Com os desfiles de Carnaval quase ao “virar da esquina”, as escolas de samba de Sesimbra e os grupos de axé preparam o que vão apresentar na Marginal. Depois de dois anos de pandemia, este vai ser a volta das grandes festas de Carnaval ao concelho. Este é um dos Carnavais mais bonitos do país. Para além dos desfiles das escolas de samba, em Sesimbra poderá participar no corso dos palhaços (um dos maiores do mundo) e das inúmeras festas que se fazem não só na rua, mas também no interior dos bares.

Os treinos dos participantes e as máquinas de costuram não param até terem tudo pronto para os dois dias do desfile. Cada uma destas escolas e grupos são, qual equipas de futebol ou marchas populares, do agrado das pessoas que as defendem sempre que descem a avenida. Nesta notícia fazemos um pequeno apanhado das escolas que vão dar mais cor ao Carnaval de Sesimbra e os temas que vão levar perante o grande público. Um dos grupos mais queridos pelos sesimbrenses, os Bigodes de Rato, vão apresentar na avenida um desfile com o tema Renascer de uma Nação.

Os Bigodes, ao contrário das escolas, não costumam apresentar temas com samba e tem na percussão um dos seus pontos altos. Os 60 membros deste grupo vão apresentar um tema que foi inspirado nas crianças e que pede um mundo melhor. O GRES Trepa no Coqueiro vai apresentar o samba de enredo, A Gentileza da Cor. Vai ser possível viajar pelo universo das cores e ver nelas toda a sua gentileza e sentimentos mais nobres. É isto que vão apresentar na Avenida, onde vão desfilar 115 pessoas.

Quem também está a preparar os últimos pormenores para o desfile são os Saltaricos Do Castelo. O enredo, Oh Deus, Porque Nos Criaste (que foi escolhido como o melhor do país numa votação que decorreu no Instagram), fala sobre uma humanidade que aos poucos tem destruído o planeta devido ás suas ações. Ainda é possível voltar atrás e viver a vida com muita alegria.

O azul e branco do GRES Bota (com 173 são a escola com mais membros) vão encher a marginal de Sesimbra com o samba Dèjá Vu: Realidade ou Sonho?. Este enredo, que será uma continuação do de 2020, pretende apelar a melhores condições para o Carnaval. Pretendem, desta forma, tocar as centenas de pessoas que são esperadas no domingo e terça-feira.O GRES Corvo de Prata também está a ensaiar para voltar a desfilar no Carnaval de Sesimbra. A escola vai apresentar os encantos e mistérios das tribos africanas.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito