PaísSociedade

Comboios sem capacidade para transportar mais passageiros, indica Pedro Nuno Santos

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, afirmou esta segunda-feira que neste momento os comboios estão sem capacidade para receber mais passageiros devido às infraestruturas existentes, tornando obsoleta a criação de um passe nacional a preço reduzido.

“Neste momento, na ferrovia, infelizmente, temos a nossa capacidade esgotada”, declarações do ministro numa audição no parlamento, no âmbito da proposta do Orçamento do Estado para 2023 (OE2023). Adiantou ainda que “se amanhã tivéssemos viagens a preço zero, a capacidade de o transporte receber mais passageiros seria quase nula”.

As áreas de maior afluência são as zonas suburbanas Lisboa, do Porto e as viagens entre as duas cidades, com os comboios a circular “completamente cheios”.

Uma “dimensão nacional” de um passe destes teria de ser “conjugada” com os passes que já existem e com “a compensação devida à CP”, explicou o ministro.

Pedro Nuno Santos lembrou que entre as medidas de mitigação do aumento dos preços dos combustíveis e da generalidade dos preços se inclui a manutenção do preço dos passes urbanos e das viagens CP em 2023, uma medida que terá um custo orçamental de cerca de 66 milhões de euros e que chegará a 1,2 milhões de passes mensais.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito