País

Cadáver de animal decompõe-se há duas semanas a céu aberto (Atenção: conteúdo chocante)

Está a circular uma publicação nas redes sociais cujas imagens, de elevado conteúdo gráfico, são susceptíveis de chocar pessoas mais sensíveis.

As imagens dizem respeito a um animal, alegadamente canídeo, deixado ao abandono numa zona de passagem de transeuntes em Vila do Conde.

Segundo a publicação, “o cadáver encontra-se em elevado estado de decomposição, provavelmente acelerado pelo contacto com a água, já estando a ser comido por larvas”.

“É altamente provável que esteja morto há menos de duas semanas”, escreve ainda a autora da publicação, sublinhando que o alegado canídeo “é uma fêmea, de porte pequeno, bastante jovem” e que apresenta “inúmeras perfurações (bala?) por todo o corpo, incluindo crânio”.

Não foi detectado qualquer microchip em nenhuma parte do corpo e, ao lado do cadáver, encontra-se também um “saco com conteúdo que pode, ou não, tratar-se de restos mortais humanos”.

A autora da publicação garante já ter contactado “todas as autoridades possíveis e imaginárias”, como a Câmara Municipal de Vila do Conde, Polícia de Segurança Pública, entre muitas outras, mas garante que ainda não obteve qualquer resposta.

Veja a publicação em questão:


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito