Opinião

BILDERBERG, OS DONOS DA AGENDA 2030

Uma opinião da inteira responsabilidade do seu interveniente

Portugal recebeu, nos passados dias 17 a 20 de Maio, num hotel de luxo na Ajuda, em Lisboa, o encontro anual do Grupo Bilderberg, onde os participantes decidem o que fazer com aquilo que eles consideram “lixo descartável”, ou seja, todos os seres-humanos do planeta que não pertencem a esta auto-denominada elite.

O grupo Bilderberg foi constituído em 1954 pelos mais ricos e poderosos do mundo, daqueles que jogam ao monopólio de verdade, mas com pessoas reais em vez de casinhas de plástico.

As famílias Rockefeller e Rothschild são a realeza deste grupo, mesmo havendo verdadeiras famílias reais a pertencer ao mesmo e outras famílias igualmente ou ainda ricas que eles, como as dos Walton, que controlam metade da rede Walmart, dos Koch, com participação em diferentes setores, e dos Mars, donos das maiores marcas de chocolate do mundo.

Mas, o que esta malta gosta mesmo de comprar são governantes de países que julgam ser independentes e decidir quais os bonecos que colocam à frente da ONU, da OMS, da UE, do Banco Mundial ou do FMI, a fim de promover e implementar as políticas discutidas e aprovadas nestas reuniões anuais. 

Porém, considero que haver apenas uma reunião anual até é muito pouco, porque conseguir manipular a população mundial, como têm feito até à data, é coisa que dá muito trabalho a organizar e ainda mais a concretizar.

Mas, também é verdade que hoje em dia bastam uns milhões e os órgãos de comunicação social de todo o mundo fazem metade desse trabalho, hipnotizando os menos despertos e caluniando ou abafando todos aqueles que tentam denunciar esta cambada de criminosos.

Na reunião deste ano, um dos temas deve ter sido as contas daquilo que estão a ganhar com o armamento que é enviado para a Ucrânia, quase sempre em mau estado ou mesmo impossível de ser utilizado, enquanto na Europa a população está a viver uma crise sem precedentes.

E se esse foi o um dos pontos principais da reunião, o ponto mais discutido foi, garantidamente, a “Agenda 2030” e como a implementar rapidamente por todo mundo e sem qualquer contestação, tal como fizeram com o vírus em 2020.

A “Agenda 2030” pretende acabar com a Família Natural, com a Soberania Nacional dos países e com a Liberdade, a Cultura, a nossa Identidade e os nossos Valores Morais e éticos, substituindo-os pelos “valores do arco-íris”.

Esta agenda já está muito adiantada na Europa e na América do Norte, pelo que, observemos os principais objectivos em curso:

– Mito das alterações climáticas; esta agenda é liderada pela adolescente sueca preferida do Grupo Bilderberg, que nem uma cadeira do IKEA deve saber montar, visto gostar mais de andar a passear por todo mundo a doutrinar idiotas iguais a ela, do que gastar tempo a estudar. Esta menina é aquela que apaga as publicações que fez nas redes sociais em 2018 a afirmar que o mundo iria acabar em 2023… É como aquelas afirmações em que o nível do mar teima em não subir da forma como nos “pintaram” ou como a mentira do “buraco do ozono”, que deve ter levado com uma cola-super para fechar.

– Transumanismo; o objectivo que pretende alterar a genética humana, fazendo com que os donos das tecnologias mais avançadas queiram fazer o papel de Deus e acabar com a nossa humanidade, trocando-nos por autómatos.

– Redução da população mundial; o seu apogeu aconteceu com a obrigatoriedade de inoculações experimentais em 2020 e continua com a imposição da Ideologia de Género às gerações mais novas, a qual tem como objectivo final eliminar a Família Natural e, consequentemente, reduzir ao máximo o número de nascimentos.

– Descriminalização da Pedofilia; este objectivo é o mais nojento e um dos mais perigosos de todos, mas é aquele que está mesmo prestes a ser concretizado, nomeadamente através de um dos tentáculos obscuros do Grupo Bilderberg e dos seus soldados que, consciente ou inconscientemente, defendem acerrimamente que os menores têm maturidade suficiente para decidirem mutilar-se de forma irreversível, modificando a sua própria biologia, ou promovendo a convivência nas escolas e nos sítios mais comuns do nosso dia-a-dia de “Drag Queens” e Transexuais com as nossas crianças, bem como a sexualização precoce das mesmas.

A pergunta que deixo é a seguinte: Quem defende que crianças têm maturidade suficiente para decidir alterar o próprio corpo de forma irreversível, qual o argumento para negar a essas mesmas crianças a possibilidade de decidirem ter relações sexuais com adultos ou com outras crianças?

Em Portugal os “capatazes” deste grupo querem mexer na Constituição para limitar direitos, liberdades e garantias fundamentais, mas essas alterações, no imediato, não mexem no bolso dos portugueses e, assim sendo, são poucos aqueles que se preocupam com isso.

Recordo que o lema da agenda 2030 é: “não terás nada e serás feliz”, por isso, a propriedade privada tem de ser expurgada de todos aqueles que ainda pensam pela sua própria cabeça.

Quando há uns meses os socialistas queriam implementar um novo PREC no nosso país, afirmando que a propriedade privada não é assim tão privada? Isto quer dizer que a Agenda está em andamento a alta velocidade.

E depois de nos despojarem de todos os bens que temos, o objectivo seguinte é retirarem-nos a possibilidade de circular para além de 15 minutos da nossa casa, porque falarmos com pessoas em locais diferentes que têm ideias iguais às nossas pode ser um problema para quem quer controlar a nossa vida.

Para que isso aconteça terão de implementar um sistema de controlo electrónico dos cidadãos, como aquele que já existe na República Popular da China e similar ao que tivemos na Europa, com o passaporte electrónico digital durante a “pandemia”.

No final têm de eliminar o dinheiro físico e implementar o uso obrigatório das moedas digitais, que terão uma tabela de pontos atribuídos de acordo com o nosso comportamento e do qual farão depender a utilização do nosso próprio dinheiro.

Por tudo isto, temos de mudar o rumo da história e combater todos os Bilderberg do mundo, porque a elite somos nós e não uma cambada de psicopatas que querem governar o planeta.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito