GastronomiaMundoSesimbra

Azoia e Alfarim, as localidades onde o pão é mais estaladiço

A 16 de outubro assinala-se o Dia Mundial do Pão. Este é o alimento mais popular e versátil do mundo. Pode ser comido em torradas ao pequeno-almoço no Segredos da Terra ou numa tosta junto ao mar no Tosta ao Metro. Estas duas lojas oferecem o tradicional alimento. Para comemorar este dia, a autarquia lançou um conjunto de iniciativas para que as famílias conheçam as principais técnicas de produção. Na Azoia e em Alfarim o pão caseiro é feito pelos padeiros usando as receitas dos seus avós.

Os moinhos são cada vez mais memórias do passado. Um dos locais mais conhecidos é a Moagem de Sampaio, que está aberta a visitas. Este tipo de pão, mais consistente que os outros, era feito para durar uma semana sem estragar. O pão é levado a cozer num forno feito a tijolo de burro (este não é industrial). A utilização do forno remonta ao século XIX. Foi a partir desta altura que começaram a ser produzidos pães maciços, consistentes e estaladiços.

Pão feito da forma tradicional

A lenha usada, de pinho manso ou bravo, dá um novo gosto ao pão. Uma fatia deste pão quente com manteiga é um mimo! O pão caseiro da Azoia é o mais conhecido do concelho. Este pode ser adquirido tanto nas padarias como nos grandes espaços comerciais. Aí podem ser encontradas vários tipos de pão, desde as simples bolinhas às baguetes de estilo francês. O pão de água é uma das novidades.

A Maria da Luz é a padeira mais conhecida de Alfarim. As padarias da freguesia do Castelo são as mais conhecidas de todo o concelho. Na última Mostra da Maçã Camoesa, o pão também esteve presente. O mesmo acontece com o mercado ao ar livre que acontece todos os fins-de-semana na Moagem. Onde para além do pão também se vendem bolos, fruta e legumes. Os padeiros são o grupo profissional que trabalha de madrugada para que na abertura das padarias e das pastelarias exista pão fresco.

O melhor croissant da minha rua, perto da escola primária da Cotovia, tem a fábrica no rés-do-chão do edifício. É neste espaço que há mais de 20 anos sai o pão que alimenta parte da Cotovia. A venda de pão porta-a-porta é cada vez mais uma memória de outros tempos. Para além deste pão, no mercado municipal de Sesimbra também se vende pão com chouriço. Quente ou ao natural, este pão com chouriço pode ser uma alternativa para um almoço leve.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito