Empresas

Trabalhadores nas lojas e nos call-centers do Grupo EDP em greve

Os trabalhadores que exercem funções nas lojas (EDP Comercial, SU e E-Redes) e centros de contacto (call centers) de empresas do Grupo EDP, contratados por empresas «prestadoras de serviços», vão fazer greve de 24 horas na próxima sexta-feira, dia 10.

No mesmo dia realiza-se, a partir das 11h00, uma concentração junto da sede da EDP, em Lisboa (Av. 24 de Julho), com a participação da Secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha.

A greve foi convocada para exigir a equiparação dos salários e direitos destes trabalhadores àqueles que vigoram para os trabalhadores com vínculo directo a empresas do Grupo EDP.

Os sindicatos exigem igualmente que os cerca de cinco mil trabalhadores que, em muitos casos há mais de 20 anos, asseguram, por via de empresas externas, o funcionamento de áreas fundamentais da EDP, sejam integrados nos quadros das empresas para as quais efectivamente trabalham, com os salários e direitos previstos no Acordo Colectivo de Trabalho do grupo.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito