AlcocheteCrime
Em Destaque

Samouco | Detidos em liberdade por ordem da juíza

Os quatro detidos na operação que decorreu na passada quarta-feira no Samouco, Alcochete, ficaram em liberdade por ordem da juíza de instrução do Barreiro.

Três portugueses e um tailandês, são os suspeitos detidos na passada quarta-feira, pela Polícia Marítima, e que estavam indiciados de tráfico humano, crime esse que o Ministério Público do Barreiro não seguiu e deixou cair.

Três portugueses são os alegados cabecilhas de um esquema de uma rede criminosa transfronteiriça, que contrata pessoas para a apanha ilegal da amêijoa japonesa capturada no rio Tejo.

Os detidos, colocados em liberdade pelo Tribunal Judicial do Barreiro, estão indiciados de associação criminosa e exploração de mão de obra ilegal.

Os homens detidos pela Polícia Marítima, chegaram ao Tribunal do Barreiro esta sexta-feira, nos carros daquela autoridade, para serem ouvidos pela juíza de Instrução. O Ministério Público indiciou os três portugueses de associação criminosa, exploração de mão de obra ilegal, contrabando e falsificação de documentos. No caso do detido tailandês, a acusação recai numa abertura de inquérito por posse ilegal de arma.

Os quatro homens ficaram a conhecer as medidas de coação mais leve, com apresentações periódicas às autoridades e proibição de comparecer na área de intervenção.

A investigação que culminou com a identificação de mais de 300 pessoas e a detenção de quatro na passada quarta-feira, começou há cerca de dois anos e meio, mas esta ainda não parou. A Polícia Marítima acredita que possam haver outros suspeitos localmente e também noutros pontos do país. Até agora estão constituídos 10 arguidos neste processo.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito