DestaqueDistrito de SetúbalEntrevistaMontijoPolítica
Em Destaque

Pedro Ilhéu Oliveira, líder da JSD Montijo, propõe isenção de IMT para jovens e defende mais debates nas escolas

Não é “fã de maiorias absolutas” e destaca a habitação como principal problema no Montijo. O Presidente da Juventude Social Democrata do Montijo escolheu a Rua Almirante Cândido dos Reis, antiga Rua Direita, para a entrevista ao Diário do Distrito.

 Rua Almirante Cândido dos Reis (Rua Direita): “Uma miragem do passado”

“Outrora um dos sítios mais vivos do Montijo, com maior dinâmica e credibilidade”: Pedro Ilhéu Oliveira, aos 27 anos, conta que ouviu histórias dos pais. As narrativas eram descritivas de uma “rua cheia de pessoas e de comércio”, mas que hoje em dia está “praticamente vazia (…) uma miragem do passado”, caracterizada, assim, pelo Presidente da JSD Montijo.

“Estamos a trabalhar numa proposta de isenção de IMT para jovens casais”

Nunca teve gosto pela política, mas foi em adolescente, numa candidatura que fez à associação de estudantes da escola secundária, e, também, devido à candidatura da mãe de um amigo à presidência da Câmara Municipal do Montijo (candidata do PSD em 2013), que ganhou a impulsão para entrar na vida política do concelho. Agora, sensivelmente uma década depois do despertar político, é o Presidente da Juventude do Partido Social Democrata do Montijo, Vice-Presidente da JSD Distrital de Setúbal e está responsável pelo Gabinete Autárquico e o Gabinete do Ensino Superior. 

 Pedro Ilhéu Oliveira identifica a habitação como o principal desafio para 2024 e garante estar a trabalhar numa proposta de isenção fiscal para os jovens: “Estamos a trabalhar numa proposta de isenção de IMT (Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas dos Imóveis) para jovens casais até 35 anos”. A proposta do grupo de deputados municipais do PSD Montijo visa apoiar jovens na “aquisição do primeiro imóvel para habitação própria e permanente até duzentos mil euros”, pode ler-se no documento ao qual o Diário do Distrito teve acesso, e que vai ser apresentada formalmente no dia 19 de janeiro, em Assembleia Municipal.

IVO MIGUEL

“Nós temos tido um discurso bastante jovem”  

Existe a perceção popular de que os jovens são pouco ativos na vida política, porventura devido às elevadas taxas de abstenção ou à escassa representação de jovens nos aparelhos governativos. Um estudo desenvolvido por investigadores da Universidade Católica do Porto para o Conselho Nacional de Juventude (CNJ), relativo a 2023, que tem o nome de Participação política juvenil em Portugal”, revela que 89,6% declararam já ter votadoem algum momento da sua vida. De entre os inquiridos, 46% dizem situar-se, no espectro político, à esquerda, 33,6% ao centro e 20,4% à direita. 

Para Ilhéu Oliveira, a JSD Montijo tem tido um discurso “bastante jovem” e facilidade em comunicar com o público-alvo. O líder da JSD lança o repto para juntar diferentes vozes ao debate: “Como é que podemos fomentar a participação jovem? Com a criação de debates entre as juventudes partidárias nas escolas. No último conselho municipal da juventude propus algo similar, um debate entre todas as juventudes partidárias, mas infelizmente foi chumbado pela Iniciativa Liberal, e não consigo compreender porquê”. O jovem social democrata confessa que já falou com o Presidente da Juventude Socialista, Diogo Vintém, que se terá mostrado recetivo à ideia de promover os debates das juventudes partidárias – “de todas”, sublinha Pedro Ilhéu Oliveira – nas escolas.

IVO MIGUEL

Não é fã de maiorias absolutas e no dia 10 de março aceita tudo à direita, “menos o Chega”

Aproximam-se as eleições legislativas antecipadas, marcadas para o dia 10 de março, e Pedro Ilhéu Oliveira está convicto de que o PSD “vai sair vitorioso”, ainda que sem a provável, e de quem, admite, “não é fã”, maioria absoluta. Perante um cenário mais realista, de ser necessária uma coligação à direita, o líder da JSD Montijo não tem dúvidas: “Acho que o PSD se pode coligar com vários partidos à direita, menos o Chega, que é um partido xenófobo e não faz jus aos valores e princípios do PSD”, afirma o também deputado municipal. Pedro Ilhéu Oliveira indica a Iniciativa Liberal e o CDS, já incluído na AD (Aliança Democrática) como parceiros preferenciais do PSD.

Pedro Ilhéu Oliveira é licenciado em Gestão de Sistemas de Informação e está atualmente a concluir o mestrado.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito