PalmelaPolítica

PCP acusa: ‘fatura da paragem na Autoeuropa está a sobrar para os trabalhadores’

O Secretário-Geral do PCP, Paulo Raimundo, reuniu esta quarta-feira com as Organizações Representativas dos Trabalhadores da VW Autoeuropa, em Palmela, depois da empresa anunciar a interrupção na laboração por falta de componentes, o que está a causar o despedimento de centenas de trabalhadores no parque industrial.

«Temos 26 empresas em lay off, mais de 7 mil trabalhadores em lay off, com o que isso significa do ponto de vista de perda de rendimento» frisou Paulo Raimundo.

«Mais de 500 trabalhadores despedidos, já, entre os chamados temporários e de contratos precários, estamos a falar de 500 vidas, mais de 500 famílias.

Milhares de pessoas ficaram dum momento para o outro, algumas delas sem poderem recorrer sequer ao subsídio desemprego.»

A responsabilidade é apontada aos «erros de gestão da empresa», e para o PCP «quem está a pagar a fatura são os trabalhadores, que perdem parte do seu rendimento, que nalguns casos que vai até 33% de corte no seu rendimento».

Paulo Raimundo vai mais longe e referiu que «o que está a aguentar uma parte desta responsabilidade da empresa é o dinheiro dos trabalhadores que vem da Segurança Social. Portanto não pode ser. A empresa tem responsabilidades que não pode descartar dum momento para o outro, face a um problema seu de gestão. Esta é que é a grande questão que está colocada.»


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

2 Comentários

  1. Parece (segundo indicações ????) foi pedir emprego ….

  2. Estes gajos nunca podiam ser empresários nem criar riqueza para o país.