DistritosMobilidadePolíticaSesimbra

Passe Navegante vai manter o preço durante este ano

Mesmo com os combustíveis e as portagens a subirem, o passe Navegante não vai aumentar durante o ano de 2023. O passe, que permite andar por toda a AML, fez com que aumentassem o número de pessoas a andarem de transportes públicos. Este meio de deslocação é visto como preferencial para todos aqueles que se desloquem do concelho de Sesimbra para outros locais, como é o caso de Lisboa. O responsável pela juventude social-democrata em Sesimbra, Miguel Nunes, na primeira mesa-redonda que o Diário do Distrito dinamizou com as juventudes concelhias, pediu melhores transportes para aqueles que precisam de sair da região para irem estudar ou trabalhar. O serviço oferecido pela Carris Metropolitana em Sesimbra tem melhorado desde que entrou em funcionamento durante o verão, com mais carreiras e horários, mas os sesimbrenses ainda não estão totalmente agradados com os transportes públicos existentes.

O passe Navegante, que na capital oferece transportes gratuitos (algo que o presidente Francisco Jesus já disse ser impossível ser feito em Sesimbra), também promete poupar na carteira e proteger o ambiente. Antes da chegada do passe Navegante a toda a AML, os transportes de Sesimbra a Lisboa podiam chegar até aos 120 euros. Graças a este passe, usado tanto por jovens como por idosos, tem um valor de 40 euros.

Estes valores podem variar devido a várias variantes e os estudantes (sejam universitários ou do ensino regular) podem ter um desconto nos seus passes se apresentarem um papel da instituição de ensino que comprove a sua inscrição. Muitas pessoas tem pedido que a autarquia apoie um passe sénior para aqueles que vivem longe de grandes centros, como é o caso de Sesimbra, Cotovia ou Quinta do Conde. Na última reunião de vereadores, falou-se sobre a possibilidade dos transportes dos estudantes do ensino secundário possa ser custeado, em parte, pelas freguesias ou pela autarquia de Sesimbra. Se optar por tirar o Navegante Municipal, que oferece mais linhas desde a entrada em funcionamento da Carris (a mais recente liga o concelho a Coina), prepare-se para pagar 30 euros mensais.

Sem este tipo de passes ou os cartões de viagem, algo que os próprios motoristas avisam para fazer, os viajantes terão de pagar por um bilhete quase 5 euros. Este é o valor cobrado na carreira de Lisboa a Sesimbra. Se antes havia bilhetes de ida-e-volta e este valor era dependente do número de quilómetros que a pessoa fazia dentro do autocarro, agora este é um valor único, o que desagrada bastante os utilizadores (frequentes ou não) dos autocarros em Sesimbra.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito