BarreiroDestaqueEntrevistaSolidariedade

Diário do Distrito ajuda família do Barreiro a ter esperança num 2023 melhor

O Natal já passou e agora todos olhamos para o que o ano de 2023 vai nos trazer. “Ano Novo, Vida Nova!”, é algo que estamos habituados a dizer. A pobreza galopa em todos os estratos sociais no distrito de Setúbal. Esperemos que 2023 traga uma inflexão nesta situação. A família do Barreiro que começámos a acompanhar há uns meses espera mesmo que o próximo ano seja muito melhor.

No Natal, a mais pequena da família recebeu a tão esperada prenda (qual é a criança que não gosta de receber prendas no Natal?) e um cabaz natalício permitiu que esta altura festiva fosse passada de uma forma mais doce. Isto tudo graças a uma coletividade local. Todos tem, de alguma forma, apoiado esta família para que o frigorífico não esteja sempre vazio. Esta família de três elementos, um deles menor de idade, recebe uma pequena cesta alimentar, mas esta habitualmente chega com poucos produtos e que não suprimem as necessidades alimentares que todos temos. Leite, marmelada e legumes são alguns dos produtos que recebem, mas precisam de muito mais.

Família do Barreiro consegue a sonhada casa

A família, que corria o risco de ficar sem casa logo no início do ano de 2023, conseguiu um novo lugar para chamar de lar. Este era um dos principais sonhos tanto da mãe como dos dois filhos. Depois de muito procurarem um novo espaço que pudessem pagar, conseguiram e parte foi graças a última notícia publicada no Diário do Distrito.

Para além do dinheiro doado pelos nossos leitores, outros amigos desta mãe de família conseguiram juntar o valor que faltava para conseguirem ficar com o espaço. Para conseguirem pagar a caução da casa, tiveram de dar 200 euros de entrada. A mãe da família que como rendimento apenas tem o RSI e ficou incapacitada para trabalhar depois de um acidente de carro (este a deixou com uma incapacidade de 91%). O acidente fez com que estivesse 8 meses internada.

A mudança para a nova casa vai acontecer só em janeiro. «Já levámos alguns sacos, mas nada mais», contou Maria. Quando conhecemos a história desta família, a mãe queixou-se da falta de apoio da Segurança Social. A situação não mudou muito até ao momento. Quem quiser ajudar esta família monetariamente pode o fazer através do mbway 934 941 886 ou enviando um email para margaridaa0911@gmail.com.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito