AlmadaCrime

Almada | Detido por pornografia de menores fica obrigado a tratamento psiquiátrico

O Ministério Público de Almada apresentou a primeiro interrogatório judicial um homem de 37 anos, que foi detido em flagrante, na sequência de buscas domiciliárias, pelo crime de pornografia de menores.

O arguido encontra-se fortemente indiciado da prática de 11 crimes de pornografia de menores, 10 deles agravados.

Os factos ocorreram, pelo menos, desde setembro de 2020, quando o arguido acedeu a uma plataforma onde efetuou o carregamento de ficheiros com menores evolvidos em atos sexuais sozinhos, entre si e com adultos.

Aquando da detenção, em 16 de março de 2023, o arguido tinha guardados nos seus dispositivos eletrónicos ficheiros de teor idêntico.

No decurso do interrogatório judicial, o Ministério Público promoveu que fossem aplicadas ao arguido as medidas de coação de proibição de contactos com indivíduos menores de 16 anos e sujeição a diagnóstico e tratamento, o que mereceu a concordância da Juiz de instrução Criminal.

O inquérito é dirigido pelo Ministério Público de Almada, coadjuvado na investigação pela Polícia Judiciária.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito