À Boa MesaPalmela

Aldeia vinhateira recebe Mostra 

O Jardim de Vinhas da Quinta da Mimosa recebeu os convidados para a apresentação da 26ª edição da Mostra de Vinhos da Marateca e Poceirão em Fernando Pó. Depois de um percurso de quilómetros de terra batida fomos recebidos por representantes das adegas, técnicos da câmara, autarcas e onde o alojamento local também marcou presença

A paisagem rural dos Jardins de Vinhas, de um lado as cepas centenárias, do outro uma enorme plantação de videiras novas, que fez-nos usufruir de um paraíso talhado a verde. 

A Mostra de Vinhos, a mais antiga do país, foi apresentada de forma inédita com a realização de um piquenique onde se destacou toda a ruralidade e desenvolvimento sustentável para a promoção da aldeia vinhateira, que recebe o evento desde 1994 tendo como referência dar a conhecer a riqueza da região e a qualidade do vinho aqui produzido, que é premiado em diversos concursos a nível nacional e internacional. 

Bruno Pedroso, o incansável presidente da Comissão Organizadora, acredita que a 26ª edição da Mostra “irá ultrapassar todas as expetativas” e porque “somos a feira mais antiga de vinhos e queremos sair do nosso cantinho, pois os produtores merecem pelo esforço que fazem e pelo trabalho que desenvolvem”. 

Cecília Sousa, presidente da União de Freguesias de Marateca e Poceirão, lembra que “este é um evento que tem juntado vontades dos produtores e dos agentes económicos”. A autarca destaca “o trabalho notável realizado pela Associação que junta na Mostra a qualidade dos vinhos e produtos a um cartaz de referência”. 

Para o presidente Álvaro Amaro “apostámos na criação em Fernando Pó do centro do mundo vitivinícola” e “neste retorno às origens queremos garantir que o território rural é o futuro a nível ambiental e da sustentabilidade” e “um tesouro a que vamos acrescentando valor”. 

O edil palmelense fez questão de “prestar homenagem àqueles que fizeram os nossos jardins de vinhas, que criaram esta paisagem e em que uma nova geração de enólogos e investidores perceberam que a felicidade é estar aqui nesta aldeia vinhateira com a Mostra a continuar a história que tem muito para desbravar e promover o território”. O autarca lembrou “registámos a marca Palmela Terra Mãe de Vinhos e queremos dar a conhecer o nosso território com eventos locais onde há um enorme potencial para descobrir” e “promover a nossa casta Castelão, mas também outras castas que fazem destes vinhos os melhores e onde o saber fazer continua a passar de gerações em gerações”. 

Um território único 

Luís Miguel Calha, vice presidente e vereador do Turismo, cresceu numa zona abençoada pelo Deus Baco, destaca “as expetativas para a Mostra são muito altas, pois temos um programa de grande qualidade, que se junta à participação dos produtores que fazem alguns dos melhores vinhos, a que se juntam emoções de um território que é único”. Para o autarca “o trabalho em parceria com todos, vitivinicultores, organizadores da Mostra e agentes locais reúnem todos os ingredientes para que esta Mostra seja a melhor de sempre, para que o evento continue o seu percurso de afirmação da região e do país”. 

O município garantiu Luís Miguel Calha, “está sempre disponível para ser o agente da cooperação, parceria e união das vontades para o desenvolvimento do território”. 

A Mostra irá decorrer de 05 a 07 de Maio com espetáculos, onde Toy será o cabeça de cartaz, com muita dança, onde faz parte o jazz, música, provas de vinhos, com concursos de prova cega, onde o público irá também eleger o melhor vinho, com a participação da Escola de Hotelaria da Moita, caminhada no domingo, Dia da Mãe e com a entrega de prémios aos vencedores da tarde de sábado, dia 6 de Maio. 


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito