DestaqueSines

Activistas pelo clima garantem que vão impedir terminal de gás de Sines de trabalhar este sábado

A plataforma “Parar o gás” já havia anunciado que este sábado iria parar o terminal de gás natural liquefeito (GNL) no Porto de Sines. Esta sexta-feira, os activistas deixam a garantia: “Vamos fazer o que dissemos que íamos fazer”.

E nem o facto de as forças policiais estarem avisadas e em alerta preocupa a porta-voz da plataforma, Catarina Viegas, que referiu em declarações à agência Lusa: “Iremos travar o funcionamento do terminal de gás. É o que temos dito e é o que vamos fazer”.

Catarina Viegas não revela grandes pormenores sobre como vai decorrer a acção, adiantando apenas que vão sair autocarros de Lisboa, do Porto ou de Coimbra, e que o ponto de encontro será em Sines, para uma acção para a qual pede que as pessoas levem água e comida.

A responsável salientou ainda que as acções serão sempre pacíficas, negando que esta seja uma luta de jovens, ou muito menos que a maior parte dos jovens não esteja solidária com a causa.

“Esta luta não é dos jovens, dos estudantes. É uma luta da sociedade. Porque as consequências da crise climática estão aqui e não vemos planos para cortar as emissões necessárias de gases com efeito de estufa”, afirmou.

E a luta, “de coragem e audácia”, passa no sábado por Sines, “a principal porta de entrada do gás fóssil em Portugal”, uma infraestrutura que alimenta “o sistema de exploração e opressão no qual o lucro está no centro e não a vida das pessoas”.

Catarina Viegas chama ao terminal de GNL um “local de crime”, lamentando que se vão investir mais 900 milhões de euros em infraestruturas para gás natural, que na verdade é fóssil, lembrando ainda os “lucros absolutamente extraordinários” da Galp.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito