País

Vídeo de militares da GNR a cantar o hino do Benfica torna-se viral e alvo de críticas

Um vídeo que mostra três militares da GNR numa viatura em movimento a entoar o hino do Benfica ganhou destaque nas redes sociais, gerando debate sobre o uso do cinto de segurança.

O vídeo, compartilhado nas redes sociais há dois dias, rapidamente se tornou viral, provocando uma onda de comentários e críticas. Enquanto os militares cantavam o hino do Benfica, o fato de não estarem a usar cintos de segurança chamou a atenção de muitos internautas.

Entre os comentários, surgiram críticas à escolha clubística dos militares, mas também à falta de cumprimento da lei que obriga o uso do cinto de segurança. Um cidadão apontou que os, agentes da autoridade deveriam dar o exemplo, respeitando as normas de segurança, mesmo que estejam dispensados pelo decreto-lei em situações específicas.

Outros criticaram a atitude dos militares de entoarem cânticos de um clube fardados e ainda publicarem o vídeo nas redes sociais. Essas críticas ecoaram no debate público, levantando questões sobre a coerência entre as ações dos agentes da autoridade e as normas que eles próprios fazem cumprir.

A legislação portuguesa é clara quanto ao uso do cinto de segurança, isentando os condutores de veículos das forças de segurança em determinadas circunstâncias, conforme estipulado no Artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 170-A/2014 de 07-11-2014. No entanto, o debate sobre a conduta dos militares continua em curso, levantando questões sobre a responsabilidade e o exemplo que devem ser dados pelo agentes da autoridade.

Resta saber se os militares circulavam dentro de uma localidade e se estariam em missão de urgência que justificasse o não uso de cinto de segurança.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito