Distrito do Porto

Várias queixas reportadas no Portal da Queixa sobre a Organização da Queima das Fitas do Porto

Foram registadas no Portal da Queixa meia centena de reclamações contra a alegada má organização da Queima das Fitas promovida pela Federação Académica do Porto (FAP) em apenas um dia, foi informado hoje em um comunicado enviado às redações.

Na nota de imprensa, o Portal da Queixa dá conta de “queixas que descrevem cenários caóticos, nomeadamente, “uma enchente de pessoas”, “pessoas esmagadas e a sentirem-se mal” e “com sinais de ataques de pânico'”. 

Segundo o que reportado no portal foi “num cenário de confusão” e de “pânico” que arrancou, no passado domingo, 7 de maio, a Queima das Fitas do Porto.

“Milhares de pessoas terão ficado horas concentradas à entrada do “Queimódromo”, recinto onde decorre o evento, situado no Parque da Cidade, dada a dificuldade em trocar os bilhetes por pulseiras de acesso ao espaço”, pode-se ler  no comunicado.

Segundo a mesma fonte: longos atrasos, a falta de segurança, falta de organização, a falta de informação e sinalética e a falta de ‘staff’ de apoio, são os principais pontos.

Esta informação surge depois de ter já circulado em vários meios de comunicação social, bem como nas redes sociais, relatos de desmaios e agressões no recinto onde decorreu a Queima das Fitas do Porto.

De salientar, que a RTP contactou a Polícia de Segurança Pública (PSP), e a mesma afirma não ter recebido qualquer tipo de queixa sobre incidentes.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito