Justiça

Três estradas do distrito de Setúbal classificadas como ‘perigosas’ pela ANRS

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) identificou 60 pontos negros nas estradas portuguesas em 2018, mais 10 do que em 2017.

No topo da lista está o IC19, em Lisboa, classificada como a via mais perigosa do país, e logo atrás fica a EN10, que liga Vila Franca de Xira a Setúbal pela margem sul do rio Tejo, com oito pontos negros, seguido da A2 (Autoestrada do Sul), que tem seis e do IC20 (Via Rápida da Costa de Caparica), tem dois pontos negros.

Entram para a lista dos pontos negros os troços com um máximo de 200 metros de extensão onde se registaram, pelo menos, cinco acidentes com vítimas durante um ano.

O relatório de 2018, divulgado hoje, indica que no ano passado se registaram 34.235 acidentes com vítimas, de que resultaram 508 vítimas mortais ocorridas no local do acidente ou durante o transporte até ao hospital, 2.141 feridos graves e 41.356 feridos ligeiros.

Em relação a 2017, a ANSR sublinha que se registou menos 181 acidentes com vítimas (-0,5%), menos duas vítimas mortais (-0,4%), menos 57 feridos graves (-2,6%) e menos 431 feridos leves (-1,0%).


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito