Distrito de Lisboa

Três alunos que destruíram escola em Carnaxide foram expulsos

Os três jovens que em Dezembro vandalizaram a Escola Secundária Camilo Castelo Branco, em Carnaxide, concelho de Oeiras, causando prejuízos no valor de 150 mil euros, foram expulsos e obrigados a mudar de escola.

Recorde-se que na altura, dois menores, de 14 e 15 anos, assumiram ter sido os responsáveis pelos actos de destruição, entregando-se na PSP.

Depois de ter sido aberto um inquérito, que terminou nas férias de Carnaval, os alunos acabaram expulsos. Com o ensino obrigatório até ao 12.º ano, foram transferidos para outras escolas, uma decisão com a qual pais concordaram, escreve esta quinta-feira o Expresso, segundo o qual a destruição na escola surpreendeu alunos, funcionários e professores.

Mais surpreendente terá sido a solidariedade que a comunidade escolar demonstrou ao tentar recompor tudo aquilo que estava estragado.

Os três responsáveis pelo vandalismo estão a ser alvo de um processo tutelar educativo.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito