AlmadaAtualidadeMontijoSeixal

Transtejo com ‘perturbações de serviço’ em todas as ligações. Navios eléctricos ainda aguardam baterias

Quem opta por fazer a travessia fluvial do Tejo, está a enfrentar vários problemas, com a Transtejo a alertar para ‘perturbações de serviço’ em todas as ligações.

Desde o início do mês de Setembro que as ligações de Cacilhas, Montijo, e Seixal têm sofrido «constrangimentos técnicos na frota» segundo os comunicados da empresa que garante o serviço.

Por este motivo, não tem sido «possível garantir a realização de todas as carreiras previstas no período de ponta da manhã e no período de ponta da tarde».

A empresa indica ainda que para «minimizar o impacto de supressões e atrasos de carreiras, alguns navios iniciam viagem logo que seja alcançada a lotação máxima de passageiros embarcados, independentemente do horário previsto».

Aos utilizadores é indicado que consultem previamente o estado da ligação fluvial, em tempo real – “Próximas Partidas” -, disponível na homepage ttsl.pt e na App TTSL.

A empresa está a preparar a introdução de dez novos navios eléctricos, no entanto o processo tem tido vários contratempos, desde a demora na entrega das estações de carregamento até ao chumbo pelo Tribunal de Contas da compra das baterias indispensáveis ao funcionamento destas embarcações.

Depois de um novo concurso público para compra das baterias, a Transtejo selecionou a espanhola Astilleros Gondán, a mesma empresa responsável pela construção dos navios.

O concurso, lançado em julho, com um preço-base de 16 milhões de euros, já fechou, com a adjudicação do contrato público àquela sociedade, por 15.999.750 euros, um desconto de 250 euros, ou 0,0015%, face ao preço máximo do caderno de encargos, avança o jornal ‘Expresso’.

O novo calendário de operações da Transtejo aponta para que a primeira estação de carregamento, localizada no terminal fluvial do Seixal, deverá ser entregue em dezembro deste ano, e as restantes durante o primeiro semestre de 2024.


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

2 Comentários

  1. Por este camilnho… não será por falta de Barcos que não se faz as viagens … será por falta de água .. assim os barcos não andam …. a miséria deste Governo …..

  2. 🤣🤣🤣 Negocios a la Portuguaise …isto empresas com a esuqerdalha é o que dá…..🤣🤣 paga povo parvo… 50 anos a pagar esta miseria de transportes fluviais…. Que tal abrirem umas empresas privadas….